quinta-feira, 1 de setembro de 2016

"É preciso muito caos interior para parir uma estrela que dança" - Nietzsche

1.9.16

Ás vezes tento explicar os altos e baixo dos meus dias, num mesmo dia, estar no pico, descer, depois subir. Uma catadupa de emoções que nada tem a ver com o trabalho mas depois se traduzem em pontos, entrelaçados. Depois alguem que me entende manda-me um email com uma mensagem tão bonita:

Querida Zélia 

A propósito do teu post de dia 28 Agosto das 11:11am sobre excessos, hoje lembrei-me de uma frase de Nietzsche que vi no metro do Parque em Lisboa:

"É preciso muito caos interior para parir uma estrela que dança"

Nota: Curiosamente não tinha uma foto sobre o caos, mas esta pareceu-me que cabia e é o que estou atrabalhar  agora. Não sendo uma estrela que dança, algo demasiado bonito para uma Zelia qualquer parir, é o meu trabalho, e resulta do meu caos. 

1 comentário: